segunda-feira, 13 de outubro de 2014

Vivendo forró e Luiz Gonzaga

Sobrinho de Luiz Gonzaga e nomeado por ele como seu sucessor cultural, Joquinha Gonzaga mantém a tradição da família em Exu, Pernambuco. Filho de Dona Muniz, uma das quatro irmãs de Gonzaga, Joquinha conviveu desde a infância com Jackson do Pandeiro, Dominguinhos, entre outros artistas que frequentavam o Sítio dos Gonzagas, onde nasceu e foi criado.

— Sou forrozeiro, sanfoneiro, cantor e compositor por causa do meu tio Gonzaga, que me ensinou, lançou e incentivou. Até os 14 anos de idade não tinha intenção de ser músico, e foi nessa idade que ele me deu uma sanfona de 8 baixos, também chamada de 'pé de bode' — recorda Joquinha.

— Aprendi a tocar em um ano e ele percebendo uma habilidade em mim para o negócio, me falou: 'Olha, eu vou te dar um acordeon, porque ele tem mais recursos. Assim você pode o dia de amanhã se um cantor e se acompanhar com a sanfona' — continua.

A partir daí Joquinha começou a tocar em escolas, clubes, festas nordestinas e outros eventos na sua região, Santa Cruz da Serra, Duque de Caxias, RJ.

— Em 1948, tio Gonzaga levou as quatro irmãs para viver com ele no Rio de Janeiro, mas, como morava em um lugar bem movimentado da cidade, elas não se adaptaram e quiseram voltar para o sertão. Ele não quis aceitar: 'Não, lá vocês vão sofrer muito e ficar longe de mim' — conta.

Por: Rosa Minine 

Nenhum comentário:

Postar um comentário