Tácyo Carvalho - O Forrozeiro do Asfalto

“A inspiração artística é mais do que o exercício do pensamento, é conhecer, criar, exercitar, e expressar o fazer Artístico . A inspiração vai se aperfeiçoando, e se configurando de forma impressionante na prática”
Como outros que fizeram Sucesso. ‘TÁCYO CARVALHO’, foi para o Rio de Janeiro para se firmar como artista.

Orientado por CHIQUINHA GONZAGA, ZÉ GONZAGA, E SEVERINO JANUARIO, irmão do GONZAGÃO, entre outros sanfoneiros, formou um grupo da nova geração dos Gonzagas e amigos, despontando em shows de forró, como um novo talento da classe forrozeira.

Gravou seu primeiro disco “ DO JEITO QUE O REI MANDOU” ,um compacto duplo. Se tornou também comunicador de RÁDIO, apresentando o “ FORRÓ DA CAPITAL” , na RÁDIO CAPITAL DO RIO DE JANEIRO, divulgando diversos talentos como Luiz Gonzaga, com seu disco “ Aí Têm” , como o seu próprio trabalho artístico, época em que as maiores divulgações em nosso Brasil, eram as músicas estrangeiras de grandes gravadoras multinacionais.

TÁCYO CARVALHO, de origem “PERNAMBUCANA”, despontou com seu primeiro LP, gravado pela BRASIDISC, intitulado de “VENTOS DO NORTE”, uma produção moderna e coerente com poesia NORDESTINA, música do Cantor e Compositor “DJAVAN”. Outra composição foi, sobre o “NORDESTE, DESOLAÇÃO E DOR”, homenagem a um escritor que enlouqueceu, envolvido com os problemas da sua TERRA.

Em uma outra faceta de sua trajetória com o FORRÒ , foi a parceria com famosos, “ LUIZ GONZAGA”, “JOÂO SILVA”, “ PEDRO CRUZ”, “JOQUINHA GONZAGA”, CHIQUINHA GONZAGA, ENTRE OUTROS. Essas parcerias, deram inicio aos diversos trabalhos do cantor e compositor pernambucano, gravando assim diversas composições em Vinil e CD.

Interprete vigoroso da “ MÙSICA REGIONAL”, com a dicção segura e agradável , ainda jovem, surpreendeu a todos com a sua autenticidade nordestina, deslanchando com diversas apresentações nas casas noturnas, no Rio de Janeiro e São Paulo, abrilhantando com a sua voz e autenticidade.

Nessa trajetória artística, retornou para a sua Terra Natal, apontando nas paradas de sucesso das rádios locais e cidades próximas com a música “Patichuli”, que também foi regravada por outros artistas.

“Mesmo o forró sofrendo uma evolução pela eletrônica, defendo a música de raiz. Ritmo vai, ritmo vem, o meu compromisso sempre será com a cultura nordestina”, afirma Tácyo Carvalho.



TUDO COMEÇOU “COM DOIS PRÁ LÁ, DOIS PRÁ

Integrante da classe Forrozeira, e responsável em valorizar a música de raiz da nossa cultura brasileira. O artista ressalta a importância de preservar a memória do povo sertanejo, que fazem como marco o “Forró, ” a sua vida. “ É preciso se estender o movimento dos Forrozeiros autênticos, aqueles que falam a “ Língua e Ritmo da Pisada Matuta”. ( Tácyo Carvalho)

Minha escola foi no sitio dos Gonzagas, na cidade do (Rio de Janeiro), aos domingos nos reuníamos informalmente para uma farra em família, amigos e admiradores da música nordestina, e “DOIS PRÁ LÁ, DOIS PRÁ”, como dizia o nosso “Rei”.

Com vários trabalhos gravados em Vinil e CD, Tácyo Carvalho traz na discografia músicas com grandes nomes de compositores como : Luiz Gonzaga, Chiquinha Gonzaga, João Silva, Jorge Bodart, Zé Mocó, Zé Marcolino, Joquinha Gonzaga, entre outros.

O CD “ Tácyo Carvalho e Amigos”, é uma coletânea com a participação especial de diversos destaques da música nordestina: Toca Severino ( Chiquinha Gonzaga e Severino Januario), Patichuli (Tácyo Carvalho, canta Flavio Leandro),Fama de Valente (Tácyo Carvalho e Chiquinha Gonzaga, canta Chiquinha), Chegou São João (Tácyo Carvalho e Joquinha Gonzaga, canta Joquinha) , Moça (Tacyo Carvalho e Oclécio Carvalho) , entre outros nomes como: Targino Gondin, Flavio José, Limão do Forró e Edson Lima.

Além desses destaques, o CD conta com Luiz Gonzaga, discursando sobre o dom artístico desse Pernambuco, que desde os 13 anos de idade conviveu com a família de Chiquinha Gonzaga, sua mãe de criação, a irmã do nosso Gonzagão, aprimorando ainda mais o seu dom artístico.

O NOSSO REI DO BAIÂO, demonstrava muita admiração pelo talento artístico de Tácyo em compor, e se expressar na música nordestina brasileira, e assim dizia:

“PROSIGA MEU QUERIDO, VOCÊ TEM UMA VOZ INTERESSANTE, TEM UM JEITO ESPECIAL DE FALAR, ESSE É TÁCYO CARVALHO, O GAROTÃO DE OURICURI ”.

Comentários