Véio Abidoral, o embaixador do forró no Cabo de Santo Agostinho

Lorotas, comentários jocosos, alto astral e uma quantidade enorme de forró pé-de-serra. Esta é receita de sucesso do programa Forró do Abidoral, que vai ao ar pela CaboFM duas vezes ao dia, às 5 da manhã e às 17h.

Comandado pelo “Véio mais safado da Região”, como se autodenomina o nada idoso Sérvulo Antônio da Silva Ferreira, o programa abrange hoje toda a região metropólitana, e é escuta obrigatória de  grande camada da população jaboatonense, principalmente os que conhecem e gostam do forro pé-de-serra. Pois o Forró do Abidoral tem os microfones vacinados contra a febre dos “forrós estilizados”. Palavrões e similares também são evitados no programa. “Apesar do slogan de véio safado, nosso programa pode ser ouvido por toda a família”, explica Abidoral. Contamos piadas (as “lorotas” citadas acima). “Conversamos com os ouvintes, temos entrevistas ao vivo com cantores e músicos nordestinos, e assim levantamos o astral do ouvinte. Acho que essa positividade trouxe o sucesso.”, acrescenta.

Com apenas 27 anos de idade e 10 anos de produção e locução de programas radiofônicos, Sérvulo criou o personagem baseado em outros similares que existem na cultura nordestina, a exemplo dos “véios” dos pastoris, uma figura hilária, engraçada e picante.

Sua história de locutor começou na Rádio Litoral, onde foi contratado depois de levar uma fita demo dos personagens que criava em casa. Junto com Jean, que fazia então o Coroné Jota, pegou prática e os macetes da profissão, até criar seu próprio personagem, o Véio do Litoral, que por assimilação fonética virou Véio Abidoral. Isso em 1999. De lá para cá, o Véio já passou pelas rádios Murity, Nova e Calhetas, até aportar há 3 anos na CaboFM, que por sua abrangência geográfica deu visibilidade ao personagem e ao programa.
Uma das grandes atrações sem dúvida é a presença constante de entrevistados do porte de Jorge de Altinho, Genival Lacerda, Novinho da Paraíba, Nando Cordel, Ivan Ferraz, Genaro e Valquíria, Xico Bizerra, Ronaldo Aboiador, Nádia Maia e muitos outros. Além disso, ajudou a lançar artistas no mercado, como Nerilson Buscapé e Chinelo Rasgado. Aos sábados, uma semana sim outra não, uma roda de forrozeiros se forma ao redor do radialista nos amplos estúdios da rádio, e ali se contam causos, cantam e tocam artistas de diversos naipes.

Sobre sua preferência por ritmos regionais, Sérvulo credita ao passado da família, de pai canavieiro em Escada (depois formado em contabilidade), nunca renegando as origens, apesar de morar hoje no litoral.
Além das quatro horas diárias de programa, onde sosinho produz o progrma, faz locução, atende telefone e acompanha pela internet, o Véio Abidoral faz apresentações em eventos culturais do gênero, e ainda acha tempo para ser cordelista, compositor e gerenciar a Rádio Divulgadora Universo, com auto-falantes nas ruas do Cabo de Santo Agostinho. Só descarta, e deixa bem claro isso, a participação política. “Meu mandato exerço pondo o programa no ar, e meus eleitores são os ouvintes”.

É, como ele mesmo diz, Só Vai Assim!

Serviço:
Forró do Abidoral
Rádio Cabo FM – 101,1
www.cabofm.com.br
5h às 7h e 17h ás 19h
Sábados das 5h às 7h

Fonte: Gazeta Nossa

Comentários